Pfizer diz que Potent não é genérico do Viagra

A indústria farmacêutica Pfizer, que produz o Viagra para tratamento da disfunção erétil, afirma que o medicamento Potent, comercializado no Brasil por meio da internet, não pode ser considerado um genérico do Viagra. "Não está regularizado perante às autoridades sanitárias brasileiras", garante a diretoria do Pfizer no Brasil, em nota.Além de não ter registro na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), o produto é contrabandeado, conforme noticiou O Estado de S.Paulo. A Anvisa já recebeu cerca de cinco pedidos de registro para drogas genéricas com o princípio ativo do Viagra, mas a patente do medicamento é protegida no Brasil por pelo menos mais 10 anos.O mercado brasileiro para tratamento de disfunção erétil passou a contar, desde maio, com duas novas drogas de igual mecanismo de ação do Viagra. Levitra, da Bayer e GlaxoSmithKline, e Cialis, do laboratório Eli Lilly.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.