PF vai proteger famílias de corregedores

O ministro da Justiça, Aloysio Nunes Ferreira, determinou à Polícia Federal que proteja as famílias da corregedora do Tribunal Regional Federal (TRF) da 2ª Região, Maria Helena Cisne Cid, e do procurador da República no Mato Grosso Pedro Taques. Maria Helena investiga as suspeitas de crimes cometidos por juízes federais no Rio de Janeiro. O filho da juíza, Cláudio Cisne Cid, sofreu um atentado na noite de ontem, quando viajava de carro entre as cidades capixabas de Cachoeiro do Itapemirim e Mimoso do Sul.Segundo o procurador-geral da República, Geraldo Brindeiro, Pedro Taques está preocupado com a segurança pessoal e de sua família por causa de sua atuação em procedimentos investigatórios. De acordo com informações do Ministério Público Federal, o temor não se deve à participação de Taques na apuração de irregularidades ocorridas na extinta Superintendência de Desenvolvimento da Amazônia (Sudam). A preocupação teria origem em outros casos investigados por Taques que não foram divulgados pela Procuradoria.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.