PF vai obter disquete com lista de votação

Terminou por volta das 13 horas o depoimento do marido da ex-diretora do Prodasen, Regina Borges, Ivar Ferreira. Ao final do encontro, o corregedor-geral do Senado, Romeu Tuma, disse que Ivar vai ao Prodasen acompanhado do delegado Paulo Lacerda, da Polícia Federal, para buscar e lacrar as caixas com seus disquetes. Dentro desta caixa, estaria, segundo o depoimento de Ivar Ferreira, o disquete que foi usado para copiar a lista de votos na sessão que determinou a cassação do ex-senador Luiz Estevão. Apesar de ter sido apagado, o disquete, segundo Tuma, ainda pode ser recuperado, assim como ocorreu com disquetes utilizados por Paulo Cesar Farias, tesoureiro de campanha do ex-presidente Collor.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.