PF vai investigar queima de arquivos, diz Thomaz Bastos

O ministro da Justiça, Márcio Thomaz Bastos, informou que a Polícia Federal deve entrar ainda hoje nas investigações sobre a queima criminosa de documentos secretos na quartel da Aeronáutica, em Salvador, Bahia. Ele aguarda apenas um ofício do Comandante da Aeronáutica, solicitando a participação da Polícia Federal nas investigações.Thomaz Bastos participou nesta manhã da solenidade de formatura da última turma da Força Nacional de Segurança Pública, criada pelo governo federal, para ajudar os Estados no combate à violência. Durante este ano, sete turmas vindas dos Estados fizeram um treinamento de capacitação policial. Até o final do governo, mais de 10 mil homens serão treinados e capacitados para ações de emergência, como alternativa ao emprego das Forças Armadas. Na chegada à cerimônia, Thomaz Bastos disse aos jornalistas que ainda hoje ou amanhã será realizada a primeira reunião da Comissão Interministerial para tratar da abertura dos arquivos secretos do regime militar.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.