PF vai investigar morte de candidato à Prefeitura de Teresina

A Polícia Federal está comandando as investigações sobre a morte do candidato à Prefeitura de Teresina, o deputado federal Afonso Gil (PDT-PI). O parlamentar foi encontrado morto ontem à noite em sua residência, em Teresina, com um tiro na cabeça. A PF assumiu o caso por determinação do Ministério da Justiça e a pedido do governador Wellington Dias. Hoje, os peritos da Polícia Militar coletaram o material encontrado nas mãos de Afonso Gil para verificar se há resíduos de chumbo e pólvora. A companheira do deputado, Jaqueline Sousa, e o policial que fazia a segurança do parlamentar também fizeram exames. Os dois estavam na casa no momento dos disparos. O corpo de Afonso Gil está sendo velado desde as 8 horas da manhã no Salão Nobre Deputada Francisca Trindade, sede da Assembléia Legislativa do Piauí. As informações são da Agência Brasil.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.