PF vai cruzar extratos de Mônica com perícia

A pedido do Conselho de Ética do Senado, a Polícia Federal fará o cruzamento dos extratos bancários da jornalista Mônica Veloso com os dados da perícia realizada nos documentos de defesa do presidente do Senado, Renan Calheiros. O objetivo é confirmar se os pagamentos que ela recebeu a título de pensão alimentícia vieram mesmo do parlamentar, como ele alega, ou do lobista Cláudio Gontijo, como tem afirmado a jornalista. Mônica, com quem Renan tem uma filha, entregou ontem os extratos da sua movimentação bancária ao conselho, que enviou os dados à PF. Por causa desse trabalho adicional, o laudo conclusivo sobre o caso, que seria entregue hoje, após vários adiamentos, foi de novo transferido, para a próxima segunda-feira.Renan alega que o dinheiro provém das suas atividades agropecuárias, que lhe teriam rendido R$ 1,9 milhão em quatro anos.O laudo está sendo produzido em cima dos documentos da defesa. A perícia, que está a cargo do Instituto Nacional de Criminalística, é decisiva para o julgamento do processo, que pode resultar na cassação do parlamentar. Na análise do material entregue por Renan foram encontradas notas fiscais frias, emitidas por empresas inidôneas e identificadas inconsistências na comprovação da origem das rendas do senador.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.