PF vai apurar suposto vazamento de informação a Valério

A Polícia Federal de São Paulo instaurou hoje um inquérito policial com o objetivo de apurar o suposto vazamento de informações a respeito do mandado de prisão temporária expedido contra o empresário Marcos Valério durante a Operação Avalanche, realizada na semana passada. A investigação detectou que na quinta-feira, dia anterior à deflagração da operação, Marcos Valério teria conhecimento da expedição do mandado de prisão. Segundo nota divulgada pela PF, Marcos Valério, réu do esquema conhecido por mensalão, "poderia ter empreendido fuga, não fosse a vigilância especial imposta por policiais federais". Valério foi preso na última sexta como suposto articulador de um esquema de corrupção e quadrilha para forjar inquérito contra dois fiscais da Fazenda de São Paulo que autuaram em R$ 104,54 milhões a Cervejaria Petrópolis - cujo presidente, Walter Faria, é seu amigo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.