PF também pára no Rio

Agentes, papiloscopistas, peritos e escrivães da Polícia Federal do Rio estão em greve desde às 8h de hoje. Eles querem o cumprimento das leis que determinam que todos os cargos da PF sejam de nível superior e que obrigam os servidores administrativos a serem funcionários da Polícia Federal.No Rio, a Polícia Federal tem 2 mil sindicalizados, sendo que 1 mil estão na ativa. Segundo o Sindicato dos policiais federais, 70% da categoria aderiram ao movimento. Apenas um funcionário está fazendo o atendimento ao público nos setores de embarque e desembarque dos portos e aeroportos. Todos os outros serviços estão paralisados, inclusive a emissão de passaportes, inquéritos policiais, pedidos de antecedentes criminais e vigilância bancária.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.