PF suspende operação padrão nos vôos domésticos

O Comando de Greve dos Policiais Federais decidiu suspender a operação-padrão em vôos domésticos, programada para começar hoje, nos aeroportos brasileiros. A informação é da Federação Nacional dos Policiais Federais. A operação consiste na comparação das informações da passagem com os documentos, o que provocaria filas de passageiros. O comando decidiu que vai se reunir ainda hoje para avaliar o movimento, diante da recusa do governo em conceder a isonomia salarial com os delegados da PF. Em nota divulgada ontem, o Ministério da Justiça considerou inconstitucional a reivindicação dos policiais federais, que pretendiam um reajuste de 85,4%. Com esse reajuste, a diferença salarial entre os chefes e os subordinados da PF seria de apenas R$ 210,67. Mas segundo o Ministério, a fixação dos salários dos servidores, de acordo com a Constituição, deve observar a natureza, o grau de responsabilidade e a complexidade dos cargos de cada carreira. A greve completa hoje nove dias.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.