PF promete criar delegacia modelo em Foz do Iguaçu

O diretor-geral da Polícia Federal, Paulo Lacerda, anunciou hoje a criação, em Foz do Iguaçu (PR), de um esquema especial de segurança na região da Tríplice Fronteira, a faixa limítrofe no oeste do Paraná entre Brasil, Paraguai e Argentina, cortada pelo rio Iguaçu.A delegacia mais moderna do País, que será inaugurada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, no início de novembro, terá pessoal de elite, central de inteligência ligada em rede, núcleo de polícia marítima, sistema de câmeras de longo alcance e alta resolução e lanchas velozes superequipadas.A prioridade da atuação do esquema de segurança será o contrabando, a pirataria, o narcotráfico e o roubo de carros, mas o terrorismo será investigado preventivamente. Lacerda reconheceu que a área concentra elevado índice de criminalidade, sobretudo do tráfico de drogas e de armas, contrabando e roubo de carros. "De fato, o Brasil precisa dotar a região de segurança adequada", disse. A delegacia da PF em Foz ao Iguaçu, segundo Lacerda, será modelo e entre os equipamentos sofisticados que disporá, haverá câmeras e radares anti-sabotagem. A hidrelétrica de Itaipu Binacional, beneficiária direta do novo esquema de segurança, está patrocinando boa parte do reaparelhamento da delegacia, que terá seu efetivo aumentado dos 120 policiais para cerca de 250. Já estão à disposição do esquema de segurança três modernas lanchas, doadas pela hidrelétrica, além de dois aviões, um cesna 210 e um sêneca, que serão usados no patrulhamento da represa de Itaipu e das cidades vizinhas. Ao todo, serão monitoriados diuturnamente mais de 90 pontos de entrada no País pela região, usadas como rotas do narcotráfico, de contrabandistas e de ladrões de carros. A delegacia, segundo Lacerda, terá 8 mil metros quadrados de área construída, laboratório de criminalística e moderno centro de inteligência interligado com outras superintendências da região.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.