PF prende traficante colombiano, um do mais procurados do mundo

Um dos maiores traficantes de cocaína daColômbia, Juan Carlos Ramírez-Abadía, foi preso na manhã destaterça-feira em um condomínio fechado no município de Aldeia daSerra, em São Paulo, informou a Polícia Federal. Conhecido como "Chupeta", Abadía era um dos traficantesmais procurados do mundo pela agência antidrogas dos EstadosUnidos, que oferecia recompensa de até 5 milhões de dólares porinformações que levassem à sua captura. O colombiano foi detido pela polícia durante a operaçãochamada Farrapos, deflagrada em seis Estados para desmontar umaorganização internacional de tráfico de drogas e lavagem dedinheiro. Segundo a PF, a ação em São Paulo, Rio de Janeiro, MinasGerais, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul revelou"esquema criminoso em que traficantes colombianos transportavamgrande quantidade de entorpecente para a Europa e EUA, cujolucro retornava ao Brasil, saindo da Espanha e do México,transitando ainda pelo Uruguai". De acordo com a nota da polícia, a organização lavavadinheiro por meio de "investimentos no ramo imobiliário (hotéise mansões), industrial e na aquisição de veículos". Abadía, 44, é chefe do cartel do Vale do Norte e suspeitode ser mandante de centenas de homicídios na Colômbia e nosEUA, segundo a PF. Descrevendo-o como "extremamente violento", o Departamentode Estado norte-americano estima que sua fortuna possa chegar a1,8 bilhão de dólares, mas que ele poderia estar endividado comdiversos traficantes. O site do departamento afirma também queele foi preso ao menos duas vezes na Colômbia e que foilibertado em 2001 ou 2002, após servir pena de aproximadamentetrês anos.(Por Carolina Schwartz e Maria Pia Palermo)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.