PF prende 2 por desvio de verbas públicas no Maranhão

Segundo a PF, um gestor público municipal e o seu irmão realizavam operações financeiras fraudulentas

Solange Spigliatti, da Agência Estado

22 de março de 2010 | 12h23

Duas pessoas foram presas em flagrante nesta segunda-feira, 22, durante a Operação Rapina V, da Polícia Federal (PF), por desvio de verbas públicas de programas federais no Maranhão. A operação ocorreu na cidade de Cururupu e tinha por objetivo investigar denúncia relativa à má aplicação de recursos públicos destinados ao município de Serrano do Maranhão.

Segundo a PF, um gestor público municipal e o seu irmão realizavam operações financeiras fraudulentas. Com eles foram encontrados comprovantes de transferências bancárias ilícitas originadas das contas da prefeitura de Serrano do Maranhão. Do banco, os agentes obtiveram cópias dos cheques avulsos utilizados nas transações, bem como das fitas de caixa, que revelaram os destinatários dos recursos.

Ficaram evidenciadas pelo menos duas transferências ilícitas, sendo uma do Fundo de Participação do Município (FPM), tendo como beneficiárias diversas pessoas físicas, algumas, inclusive, próximas ao gestor municipal envolvido, e outra do Fundo Nacional de Saúde (FNS) - Piso de Assistência Básica (PAB), tendo como favorecida a Câmara de Vereadores da cidade.

Mais conteúdo sobre:
corrupçãodesvioprisãoPFMA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.