PF pede prorrogação de prisão temporária de Duque

A Polícia Federal requisitou à Justiça a prorrogação por mais cinco dias da prisão temporária de seis presos na sétima fase da Operação Lava Jato. Entre eles está o ex-diretor de Serviços da Petrobras, Renato Duque.

FÁBIO BRANDT, Estadão Conteúdo

18 de novembro de 2014 | 17h29

Também podem continuar presos na Superintendência da PF no Paraná os executivos José Aldemário Pinheiro Filho, presidente da OAS; Ricardo Pessoa, presidente da UTC; Walmir Pinheiro Santana, diretor financeiro da UTC Participações; Mateus Coutinho de Sá, vice-presidente do Conselho de Administração da OAS, e Alexandre Portela (advogado da OAS).

Em despacho assinado hoje, o delegado Márcio Anselmo representa pela soltura de outros nove presos: Valdir Lima Carreiro, presidente da Iesa; Otto Garrido Sparenberg (Iesa); Ednaldo Alves da Silva (UTC); Carlos Alberto da Costa Silva (UTC); Carlos Eduardo Strauch Albero (Engevix); Newton Prado Junior (Engevix); Othon Zanoide de Moraes Filho (Queiroz Galvão); Ildefonso Colares Filho (Queiroz Galvão).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.