PF ouve empresário que tentava sacar R$ 100 mil

O empresário tucano Lair Ferst, um dos 40 acusados pela fraude que desviou R$ 44 milhões do Detran gaúcho, foi impedido de sacar R$ 100 mil de uma agência bancária e chamado, mais uma vez, a dar explicações à Polícia Federal ontem. Como seus bens e dos outros envolvidos no escândalo estão bloqueados, a tentativa de saque foi detectada pela Justiça.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.