PF negocia com Funai prisão de Paiakan

A Polícia Federal (PF) e a Fundação Nacional do Índio (Funai) estão negociando a prisão do cacique caiapó Paulinho Paiakan, decretada recentemente pela Justiça de Redenção, no Pará, pelo envolvimento do índio no estupro da estudante Silvia Letícia. O crime ocorreu em 1992, na cidadeparaense de Redenção. Conhecido por defender a florestaamazônica, Paiakan estaria em sua aldeia no sul do Pará. Como o caso envolve um índio, a competência paraprendê-lo é da PF. Mas, para que o ato seja pacífico, osuperintendente da PF no Pará, Geraldo Araújo, resolveu negociara prisão com a Funai.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.