Gabriela Biló/Estadão
Gabriela Biló/Estadão

PF já realizou 32 operações para tentar capturar Cesare Battisti

Diretor-geral da PF, Rogério Galloro, afirmou que italiano será encontrado pelas autoridades brasileiras, que trabalham em conjunto com a polícia internacional

Fabio Serapião, O Estado de S.Paulo

21 de dezembro de 2018 | 16h04

BRASÍLIA - O diretor-geral da Polícia Federal, Rogério Galloro, afirmou nesta sexta-feira, 21, que o italiano Cesare Battisti será encontrado pelas autoridades brasileiras. Battisti está foragido da Justiça desde que o ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou sua prisão e o presidente Michel Temer autorizou sua extradição.

O delegado falou durante coletiva em que o ministro Raul Jungmann divulgou balanço das ações do Ministério da Segurança Pública.

De acordo com Galloro, a PF acionou todos os protocolos internacionais e já realizou 32 operações ao longo da última semana para checar informações sobre o paradeiro do italiano. "Ele será encontrado. Em razão da cooperação entre forças policiais brasileiras e internacionais", disse Galloro.

Galloro explicou que, após a divulgação das fotos com possíveis disfarces do italiano, foram enviadas muitas informações à PF. "Quando divulgamos fotos recebemos muita informação. Fizemos uma triagem e as mais fidedignas nós apuramos por meio dessas operações", disse. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.