PF investiga prefeito de Uberaba

A Polícia Federal cumpriu ontem mandados de busca e apreensão em uma autarquia e um órgão público municipal de Uberaba. A operação foi determinada pela Justiça Eleitoral a pedido do Ministério Público, para averiguar denúncia de que a maquina pública estaria sendo usada em favor do prefeito e candidato à reeleição, Anderson Adauto (PMDB). O prefeito nega uso da máquina na campanha.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.