PF investiga gráficas acusadas de produzir material irregular de campanha em MT

Segundo a apuração da polícia, as oficinas gráficas averiguadas teriam imprimido textos com insultos a candidatos para serem espalhados nos últimos dias de campanha

Daniel Galvão, O Estado de S.Paulo

30 de setembro de 2016 | 16h25

SÃO PAULO - A Polícia Federal investiga estabelecimentos gráficos de Sinop, no norte de Mato Grosso, a quarta maior cidade do Estado, suspeitos de fazer material ilegal de campanha eleitoral, com injúrias à "honra" de aspirantes a cargos eletivos.

A PF efetivou nesta sexta-feira, 30, oito ordens de busca e apreensão determinadas pela Justiça Eleitoral da cidade. Segundo a apuração da polícia, as oficinas gráficas averiguadas teriam imprimido textos com insultos a candidatos para serem espalhados nos últimos dias de campanha. O material encontrado foi recolhido.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.