PF indicia secretário do governo Yeda

A Polícia Federal indiciou o secretário extraordinário de Irrigação do Rio Grande do Sul, Rogério Porto, em inquérito que apura tentativa de fraude na licitação para a construção das barragens Jaguari e Taquarembó (RS). O nome de Porto foi incluído no inquérito por supostas tentativas de dirigir a licitação, formação de quadrilha e advocacia administrativa. Outras seis pessoas foram citadas na investigação. O secretário não quis comentar o caso.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.