PF faz busca e apreensão na Câmara do DF

A Polícia Federal cumpriu novos mandados de busca e apreensão hoje, referente às investigações da Operação Caixa de Pandora, que investiga o "mensalão do DEM", esquema de corrupção que seria comandado pelo governador licenciado do Distrito Federal, José Roberto Arruda (ex-DEM). A Câmara Legislativa foi alvo de um desses mandados. Os agentes buscavam informações sobre o ex-deputado Geraldo Naves (DEM), que está preso por tentativa de suborno de uma das testemunhas do esquema, o jornalista Edson Sombra.

CAROL PIRES, Agencia Estado

04 de março de 2010 | 18h35

Os mandados foram requisitados pelo Ministério Público Federal (MPF) no último dia 11, quando também foi pedida a prisão cautelar do governador Arruda, envolvido na tentativa de suborno do jornalista Edson Sombra. Em uma das autorizações, o ministro Fernando Gonçalves, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), determina que "seja dado amplo e imediato acesso à autoridade policial federal, portadora deste ofício, a todas as mensagens eletrônicas remetidas e recebidas durante o período compreendido entre 1º de janeiro e 4 de fevereiro de 2010". Até o momento, foi confirmado que a Polícia Federal levou dois DVDs com informações sobre Naves.

O ministério Público Federal não confirma onde foram feitas as outras buscas, pois o processo está sob segredo de Justiça. Esta é a quinta vez que a Polícia Federal realiza este tipo de busca desde que a Operação Caixa de Pandora foi deflagrada, no final de novembro de 2009.

Mais conteúdo sobre:
mensalãoDFPFCâmara

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.