PF e Embratur produzirão dados sobre o turista estrangeiro

Facilitar a obtenção de dados de turistas estrangeiros que chegam ao Brasil é o objetivo de um acordo assinado hoje entre a Polícia Federal e o Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur). O acordo vai gerar estatísticas que permitam dimensionar e caracterizar o fluxo de visitantes estrangeiros no Brasil.Segundo a Polícia Federal, o acordo contribuirá para a produção imediata de dados do turismo brasileiro, informa a Agência Brasil. A previsão é de que já no segundo semestre deste ano sejam divulgados, mensalmente ,números sobre a entrada de turistas estrangeiros no Brasil, o país de residência e vias de acesso.A Embratur será responsável pelas despesas relativas à contratação de serviços técnicos especializados, pelo processamento dos cartões de entrada e saída de estrangeiros, pela análise e aprovação das propostas de reformulações dos procedimentos técnicos, entre outros. Já o Departamento de Polícia Federal vai disponibilizar informações sobre entrada e saída de estrangeiros, com dados referentes à caracterização, à quantificação e qualificação do fluxo de entrada e saída de visitantes internacionais no país.O acordo foi assinado pelo diretor da Polícia Federal, Paulo Lacerda, e o presidente da Embratur, Eduardo Sanovicz. ParaLacerda, o acordo servirá para efetivar uma parceria que já vinha sendo realizada com a Embratur. "Que esse acordo seja uma oportunidade para iniciarmos outras parcerias em todo o Brasil", disse. Para Sanovicz, "o acordo é um grande passo para terminar definitivamente com a ficção científica que são os números do turismo brasileiro".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.