PF do RS prende prefeito eleito do PMDB por fraude no INSS

Jatir Radaelli foi preso na Operação Sonho Encantado junto com outras 12 pessoas; 3 delas são servidores

Bianca Pinto Lima, do estadao.com.br,

18 de novembro de 2008 | 15h09

A Polícia Federal (PF) prendeu nesta terça-feira, 18, o prefeito eleito de Relvado (RS), na região do Vale do Taquari, Jatir Radaelli (PMDB), na Operção Sonho Encantado, que investiga fraudes em benefícios concedidos pela Previdência Social no Rio Grande do Sul. Segundo o delegado da PF Marcelo Picarelli, o peemedebista teve a prisão preventiva decretada pelo juiz federal de Lajeado e será transferido para o presídio de Arroio do Meio (RS). Também foram presas outras 12 pessoas suspeitas de envolvimento em concessões irregulares, sendo três delas servidores da Previdência.   A Polícia Federal deflagrou nesta terça duas operações simultâneas, Chacrinha e Sonho Encantado, com o objetivo de desarticular duas quadrilhas que atuavam de maneira semelhante, porém independentes, e ambas lideradas por servidores da Previdência Social.   A fraude consistia na inclusão de tempo de contribuição inexistente, que, em alguns casos chegou em 30 anos. Segundo a PF, o prejuízo aos cofres públicos podem chegar a R$ 12 milhões.     

Tudo o que sabemos sobre:
PFJatir RadaelliINSS

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.