PF desmonta fraude ao IR em prefeituras do Maranhão

A Receita Federal e a Polícia Federal realizam hoje, no Maranhão, a Operação Bolsa-Receita, para desbaratar um esquema fraudulento de envio de declarações do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPJ) pela internet, para obtenção de restituições indevidas. Segundo nota da Receita Federal, seriam cumpridos mandados de prisão temporária contra 4 contadores e expedidos mandados de busca e apreensão em 7 locais, inclusive nas Prefeituras de Parnarama, São Vicente Férrer e Satubinha e nos escritórios eMA residências dos contadores em São Luís.Segundo a Receita Federal, foram identificadas nos últimos anos cerca de 550 declarações falsas de imposto de renda de pessoa física, com informações de rendimentos recebidos dessas prefeituras, com restituições médias em torno de R$ 6 mil. De acordo com as investigações, os contribuintes titulares dessas restituições seriam, na sua grande maioria, pessoas pouco favorecidas financeiramente. Algumas, inclusive, estariam inscritas no Bolsa-Família.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.