PF desmonta esquema de fraude no SUS da Bahia

A Polícia Federal realizou na quarta-feira, 7, uma operação para desarticular esquema que fraudava atendimentos oferecidos pelo Sistema Único de Saúde (SUS) em um dos maiores hospitais da cidade de Ilhéus, na Bahia. A fraude consistia em programar atendimentos médicos fictícios, utilizando nomes e documentos de pessoas comuns em guias de registro, que posteriormente eram remetidas ao SUS para ser efetuada a cobrança.Através das investigações, os agentes federais chegaram até os supostos pacientes, que afirmaram não ter sido atendidos pelo hospital nas datas registradas nas guias, dando mais indícios da irregularidade. Atendendo a um mandado de busca da Justiça Federal, os policiais apreenderam 11 caixas de documentos contendo os registros de cobrança das supostas consultas, além de um computador. Os envolvidos deverão ser indiciados pelo crime de estelionato qualificado (Parágrafo 3º do Artigo 171 do Código Penal). Se condenados, poderão cumprir uma pena superior a 6,5 anos de reclusão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.