PF deflagra operação para investigar desvio de R$ 200 mi em prefeituras da Bahia

Cerca de 250 policiais foram destacados para a operação

O Estado de S.Paulo

07 Novembro 2017 | 07h49

SÃO PAULO - A Polícia Federal deflagra nesta terça-feira, 7, uma operação que investiga o desvio de R$ 200 milhões em contratos de licitação envolvendo três prefeituras no sul da Bahia. As cidades envolvidas são Porto Seguro, Eunápolis e Santa Cruz Cabrália.

Os prefeitos dos três municípios foram afastados dos cargos pela Justiça Federal. O esquema contratava empresas de familiares dos chefes de executivos municipais para simular concorrência nos editais. Então, as empresas se alternavam na vitória das licitações para simular igualdade. 

A operação - batizada de Fraternos devido ao relacionamento familiar entre os envolvidos - conta com cerca de 250 policiais federais, além de auditores da Controladoria-Geral da União e de membros do Ministério Público Federal. São cumpridos 21 mandados de prisão temporária, 18 de condução coercitiva e 42 de busca e apreensão.

Acompanhe o andamento da operação no blog de Fausto Macedo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.