PF continua à procura de Jáder Barbalho

A Polícia Federal do Pará continua tentando localizar o ex-senador Jáder Barbalho, que está desaparecido desde ontem, quando foi anunciada a decretação de sua prisão preventiva, pelo juiz da 2ª Vara Federal de Mato Grosso, Jeferson Scheneider. Segundo informações da PF, mesmo que o ex-presidente do Senado se apresente hoje, em Belém, ele só será transferido amanhã para Cuiabá. Barbalho, ao contrário da prisão anterior, vai viajar em vôo comercial, e sem algemas. A última informação obtida pela Polícia Federal é de que o ex-senador estava em Redenção, no sul do Estado. Os advogados de Barbalho, em Brasília, anunciaram que devem entrar no início da tarde de hoje com um pedido de reconsideração, no Tribunal Regional Federal da 1ª Região, depois que o presidente do tribunal, Antônio Catão, negou pedido de habeas corpus em favor do ex-senador. A defesa de Barbalho quer que o pedido de reconsideração seja despachado pelo desembargador Plauto Ribeiro, que em fevereiro deste ano determinou a sua libertação. Os advogados do ex-senador esperam que a decisão saia ainda hoje.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.