PF começa a emitir novo passaporte, mais seguro, em SP

A Polícia Federal inicia nesta sexta-feira, 13, a emitir o novo modelo de passaporte, na capital paulista. Com cor azul, o documento contará com 16 itens de segurança, que tornam a sua falsificação mais difícil. As mudanças seguem as normas internacionais de segurança estabelecidas pela Organização de Aviação Civil Internacional, que é ligada à Organização das Nações Unidas (ONU).As informações para obtenção do novo passaporte podem ser obtidas no site da Polícia Federal na internet. O endereço é http://www.dpf.gov.br . Lá, deve ser acessada a opção "Passaporte informações gerais e requerimento de passaporte Novo" e observar as instruções, como os documentos que são exigidos, o preenchimento do requerimento com dados pessoais e a impressão da guia de recolhimento da taxa, que é de R$ 156,00. A taxa deverá ser paga nas agências bancárias antes do comparecimento nos locais de atendimento.É importante também gerar o protocolo. O interessado poderá obter o passaporte no prédio da PF em São Paulo, na rua Hugo Dantola, 95, no bairro Lapa de Baixo, no Aeroporto Internacional André Franco Montoro, em Cumbica, Guarulhos, e nos shoppings Ibirapuera, Eldorado e ABC.É importante observar que, ao comparecer em um dos pontos de atendimento, o interessado deverá levar a documentação original. Não é necessário levar fotos. As imagens serão colhidas nos locais de obtenção no momento do atendimento. Não será mais aceito o antigo formulário, tanto o comprado em papelarias como o impresso na internet.A solicitação para expedição do modelo antigo, caderneta verde, termina nesta quinta-feira, 12. O requerente que já pagou a taxa de R$ 89,71 terá até esta quinta para dar entrada na solicitação. Caso contrário, terá de requerer a restituição desse valor e aguardar a devolução. O formulário para restituição estará disponível no setor de passaportes na sede da PF em São Paulo. O prazo para entrega do novo passaporte será de seis dias úteis na sede da PF e de 10 dias úteis nos shoppings. A validade do documento será de cinco anos. As demais delegacias da PF no Estado de São Paulo continuarão a emitir o modelo antigo (caderneta verde). A Polícia Federal recomenda aos interessados que compareçam aos postos de atendimento com o pré-cadastramento feito através da internet, requerimento preenchido, guia de recolhimento paga, documentos originais e o protocolo gerado para possibilitar maior rapidez no atendimento. A PF poderá ampliar o serviço de atendimento em outros estabelecimentos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.