PF combate esquema de desvio de recursos em 11 Estados

Fraude atinge mais de 100 cidades; só em Minas, prejuízo ultrapassa os R$ 70 milhões

GABRIELA VIEIRA, Agência Estado

02 de julho de 2013 | 10h25

A Polícia Federal realiza na manhã desta terça-feira, 2, operação de combate a um esquema de desvio de recursos públicos em 11 Estados do País. De acordo com as investigações da PF, a fraude acontecia em mais de 100 cidades de Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Bahia, Pernambuco, Sergipe, Paraíba, Maranhão, Pará e Santa Catarina. Só nos municípios mineiros, o prejuízo aos cofres públicos é de mais de R$ 70 milhões.

O esquema consistia na fraude de licitações públicas, que direcionavam as contratações a empresas de integrantes da quadrilha. A companhia vencedora assumia o compromisso de fazer a compensação entre precatórios judiciais e dívidas das prefeituras, alegando uma economia de até 30% sobre os valores devidos ao INSS - uma prática proibida por lei. Segundo a PF, participavam do esquema ex-prefeitos e servidores públicos. Até as 10h, nenhum nome foi divulgado.

Participam da operação "Violência Invisível" cerca de cem policias federais. Eles cumprem mais de 50 mandados judiciais, nove deles de prisão temporária. Os presos podem responder por crimes contra a administração pública, formação de quadrilha, falsidade ideológica, lavagem de dinheiro, corrupção ativa e passiva e fraude às licitações.

Tudo o que sabemos sobre:
operaçãoPFdesvio de recursos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.