PF chamará Lacerda para explicar participação da Abin

A Polícia Federal vai chamar para depor seu ex-diretor-geral, delegado Paulo Lacerda, no inquérito que investiga suposto crime de usurpação de função pública durante a Operação Satiagraha. Diretor afastado da Agência Brasileira de Inteligência, Lacerda teria concordado oficialmente com o engajamento de 84 agentes e oficiais da Abin na investigação que é de competência da PF.Ainda não há data marcada para a audiência de Lacerda, mas sua convocação é inevitável, na avaliação da PF. O inquérito foi aberto para apurar vazamento de dados da Satiagraha cobertos pelo sigilo. Durante a investigação, a PF constatou que o delegado Protógenes Queiroz, mentor da Satiagraha, recrutou os agentes da Abin para reforçar o cerco ao sócio-fundador do Grupo Opportunity, Daniel Dantas.O inquérito é dirigido pelo delegado Amaro Ferreira, corregedor da PF. Ele tomou o depoimento de 28 funcionários da Abin - e eles revelaram o papel que desempenharam na Satiagraha, a mando de Protógenes. Para a PF, a mobilização de aparato tão expressivo não pode ter ocorrido sem autorização de Lacerda. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.