PF acha CDs em parede falsa na casa de Daniel Dantas

A Polícia Federal começou ontem a analisar os discos rígidos (HDs) e farta quantidade de CDs, DVDs e mídias eletrônicas recolhidos na residência do banqueiro Daniel Valente Dantas e escritórios ligados ao seu grupo, o Opportunity. Investigadores que atuam no caso revelaram que os CDs e DVDs estavam acondicionados em um saco plástico guardado no fundo falso de uma parede do imóvel.A maior parte dos CDs e HDs foi encontrada no apartamento do banqueiro, em Ipanema, no Rio. A PF suspeita que o material contenha toda a trilha da corrupção atribuída à suposta organização criminosa que a Operação Satiagraha desarticulou, incluindo planilhas com dados sobre valores de propinas e nomes de autoridades e políticos que teriam sido beneficiados pelo empresário.A perícia está sendo realizada pelo Instituto Nacional de Criminalística (INC). Peritos da Superintendência da PF em São Paulo participam da pesquisa que deve durar de 30 a 60 dias. A análise preliminar do material recolhido pelos agentes da PF aponta a existência de listas com os nomes de supostos beneficiários do esquema de desvio de recursos públicos, lavagem de dinheiro e evasão de divisas. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.