PF: ação no Opportunity busca apreender livros fiscais

A Polícia Federal divulgou nota hoje esclarecendo que os mandados de busca e apreensão vinculados às investigações envolvendo o Grupo Oportunity estão sendo realizadas na sede das empresas ligadas ao grupo e têm como objetivo a apreensão de livros fiscais de registro obrigatório da contabilidade dessas empresas. Os mandados foram expedidos pela 6ª Vara Federal de São Paulo, após manifestação favorável do Ministério Público Federal.

RITA CIRNE, Agencia Estado

08 de abril de 2009 | 16h41

Segundo a nota, "a apreensão de tais documentos fez-se necessária após surgimento de indícios de que as transferências de recursos entre as empresas do Grupo, por meio de contratos de mútuo e AFACs (Adiantamento de Futuro Aumento de Capital), poderiam estar relacionadas a práticas delituosas". E diz ainda que os livros fiscais foram solicitados à direção das empresas ligadas ao Opportunity, que se negou apresentá-los sob a alegação de que a PF já os possuía em meio eletrônico. A PF informa que havia obtido apenas parte das informações solicitadas, e a resistência por parte dos dirigentes das empresas motivou a realização das buscas.

De acordo com os agentes, a ação policial seria um desdobramento da Operação Satiagraha. A Operação Satiagraha, da Polícia Federal, foi deflagrada em julho do ano passado na sequência de investigação sobre suposto esquema de desvio de verbas públicas, corrupção e lavagem de dinheiro. Foram expedidos 24 mandados de prisão. Entre os presos estiveram o sócio-fundador do Grupo Opportunity, Daniel Dantas, o ex-prefeito de São Paulo Celso Pitta e o investidor Naji Nahas. Todos foram libertados.

Tudo o que sabemos sobre:
PFSatiagrahaOpportunity

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.