Pezão é multado em R$ 125 mil por propaganda antecipada

O PMDB também foi punido e perderá inserções em rádio e TV; cabe recurso

Luciana Nunes Leal , Agência Estado

30 de julho de 2013 | 18h52

O vice-governador Luiz Fernando Pezão (PMDB) foi multado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RJ) em R$ 125 mil por uso indevido da propaganda do PMDB que foi ao ar no dia 15 de março. A Justiça Eleitoral atendeu ação da Procuradoria Regional Eleitoral (PRE), que viu propaganda antecipada em declarações de Pezão, pré-candidato ao governo do Estado, como "o Rio vive hoje um momento de conquista, ainda tem muita coisa para melhorar, mas a gente acabou com o jogo de empurra e fez o Estado avançar".

A ação da Procuradoria se baseou na análise de inserções do PMDB/RJ em março. O espaço, que pela legislação deve ser utilizado para veicular o programa do partido, foi usado para divulgar a candidatura de Pezão, segundo o comunicado divulgado nesta terça-feira, 30, pela Procuradoria Regional da República - 2ª Região (RJ/ES). O PMDB também foi punido e perderá inserções de programas de rádio e TV, segundo comunicado.

O vice-governador e o PMDB vão recorrer da decisão, com o argumento de que não houve promoção pessoal.

 

Tudo o que sabemos sobre:
Luiz Fernando PezãoTRE-RJ

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.