Petroleiros querem participar das decisões

O presidente da Federação Única dos Petroleiros (FUP), Maurício França Rubem, informou, no plenário do Senado, que a FUP conseguiu ontem uma liminar na Justiça permitindo que os trabalhadores participem da comissão que investiga as causas do acidente com a plataforma P-36, na Bacia de Campos, no Rio de Janeiro. Rubem apresentou aos senadores da Comissão de Infra-Estrutura e ao presidente da Petrobras, Henri Philippe Reichstul, uma lista de reivindicações dos petroleiros. Eles querem discutir com a direção da empresa quais os setores da Petrobras que devem ser terceirizados. A FUP reivindica também que os representantes dos funcionários possam participar da decisão, junto com a gerência da Petrobras e o Ministério Público sobre o número ideal de funcionários para a operação de plantas e plataformas. Maurício Rubem reivindicou também uma mudança na política salarial, com aumento dos salários dos empregados de nível médio.O presidente da FUP cobrou uma participação maior da Agência Nacional do Petróleo (ANP) na fiscalização das condições de trabalho e segurança da Petrobras. Ele pediu também a participação dos empregados e de representantes do Congresso e da sociedade no conselho de administração da estatal. "Queremos uma Petrobras mais pública e transparente; queremos saber para onde estão indo os recursos da Petrobras", disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.