Petrobras: plataforma inclina mais 4 graus

A plataforma P-36 inclinou mais 4º graus durante esta madrugada, atingindo uma inclinação de 31º graus. O equipamento também afundou mais. "O lado boreste (esquerdo, para quem a está olhando de frente), está totalmente abaixo da linha d?água, o que impede uma medição precisa do afundamento da madrugada" informa nota oficial da Petrobras divulgada no início da manhã de hoje. A empresa informa ainda que às 2h30 houve uma brusca movimentação movimentação da plataforma. "O que fez com que os barcos de mergulhadores tenham se afastado da plataforma por medida de segurança".Os trabalhos sobre a plataforma tiveram que ser interrompidos. Os técnicos aguardam agora garantias de que a plataforma tenha se estabilizado para poderem voltar à embarcação. A equipe continua injetando ar ou nitrogênio para expulsar a água nos tanques 42 e 43, que ficam no topo da coluna que explodiu. Mas os trabalhos nos tanques 20, 21 e 22, localizados nos flutuadores na base da plataforma, ainda não foram iniciados. O objetivo da Petrobras em fazer estas injeções é substituir água por ar e assim aumentar a flutuabilidade da plataforma. As condições do mar melhoraram e as ondas têm altura de 1,1 a 1,2 metros.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.