Petrobras pensa em colocar mais poços na P-40

O superintendente da Petrobras para a área de meio ambiente, Irani Varela, disse hoje que a estatal está pensando em colocar mais poços de petróleo em produção na plataforma P-40 em um tempo menor que o previsto. A P-40 fica no campo de Marlim Sul, na Bacia de Campos, como o Campo de Roncador, onde afundou a plataforma P-36. A idéia, segundo Varela, seria aproveitar sondas que estavam em Roncador na P-40."Acelerar a entrada de poços em produção não altera em nada o rigor ambiental?, disse Varela, quando questionado sobre se a aceleração não seria incompatível com o aumento da segurança e das medidas de proteção ao meio ambiente.Segundo ele, "as seguranças operacional e ao meio ambiente são uma questão de sobrevivência da empresa e nunca a Petrobras investiu tanto em meio ambiente quanto agora." Ele afirmou que, após o acidente na Baía da Guanabara, a Petrobras repensou sua atuação nesta área e elaborou um programa de gestão ambiental que já está em curso. "Acidentes como esse fazem a empresa repensar tudo", disse.Varela afirmou ainda que não há previsão de em quanto pode ser aumentado a produção da plataforma P-40, que inicialmente deveria produzir 30 mil barris de petróleo por dia. Ele disse também que não sabe em quanto tempo a Petrobras vai levar para reativar o campo de Roncador.

Agencia Estado,

20 de março de 2001 | 13h38

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.