Petrobras não questionará decisão da ANP

O diretor de gás e energia da Petrobras, Delcídio do Amaral Gomez, garantiu à Agência Estado que a empresa não vai entrar na Justiça contra a decisão da ANP de permitir à BG do Brasil o transporte de gás pelo gasoduto Brasil/Bolívia. "Não vamos recorrer e a nossa orientação é de não colocar nenhum óbice ao cumprimento da decisão", garantiu.Na terça-feira, o jornal O Estado de São Paulo revelou que a Petrobras enviou uma carta com uma ameaça velada à BG, que é sócia da estatal na TBG - administradora do gasoduto. Na correspondência, a Petrobras lembra a BG que o acordo de acionistas da TBG não permite que um sócio prejudique o outro, o que no entender da Petrobras ocorreria se os britânicos quisessem cumprir a decisão da ANP.Gomez garantiu, no entanto, que esta carta foi enviada pela própria diretoria da TBG, da qual a Petrobras é acionista minoritária. "A Petrobras é uma empresa muito grande. A TBG enviou esta carta sem que a diretoria de gás e energia ficasse sabendo", afirmou o diretor.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.