Petrobras lamenta morte do governador de Sergipe

A Petrobras lamentou nesta segunda-feira, 2, em nota, a morte do governador de Sergipe, Marcelo Déda (PT), vítima de complicações em decorrência de um câncer gastrointestinal. "Hoje, estamos todos tristes com a morte de Marcelo Déda, um dos melhores políticos de toda uma geração. Perdemos um grande homem, um parceiro irretocável. Déda deixa saudades e a eterna emoção de quem conheceu de perto sua alegria de viver, sua fé em Deus e sua crença no Brasil", diz a nota. A Petrobrás lembra também que ele "contribuiu com determinação e, pessoalmente, com os interesses" da empresa no Estado. Déda morreu por volta das 3h30 desta segunda-feira no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo.

AE, Agência Estado

02 Dezembro 2013 | 15h33

Mais conteúdo sobre:
Marcelo Déda morte Petrobras

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.