Petrobrás: familiares estão sem notícias

Familiares de funcionários da Petrobras reclamam da falta de notícias dos desaparecidos na explosão da plataforma P-36. Carlos César Mendonça dos Santos procura o cunhado, o operador de produção José Carlos Chaves da Silva, que não consta da lista oficial de desaparecidos, embora não tenha sido localizado pela família. "Ele trabalha há doze anos na Petrobras e sempre fez contato conosco. Mas não telefonou para nós nem ontem nem hoje", disse Santos. A dona de casa Jovanilda Cirilo, de 48 anos, só soube há pouco que o irmão Genílson Cirilo, de 47, nada sofrera no acidente. "Foi ele mesmo que me ligou. A Petrobras não está informando nada". Segundo o Sindicato dos Petroleiros do Norte Fluminense, a empresa está apenas mantendo contato com parentes das vítimas já confirmadas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.