Petrobras está à mercê de acidentes, diz ministro

O ministro de Minas e Energia, José Jorge, admitiu hoje que a Petrobras precisa tomar providências para diminuir o número de vazamentos. "A Petrobras é uma empresa à mercê de acidentes. Há que se fazer um trabalho para que haja cada vez menos acidentes", disse ele, após encontro com o presidente Fernando Henrique Cardoso e outros ministros em que foi discutida a privatização de Furnas.Mas José Jorge destacou que a empresa tem investido em melhorias. "Os resultados não foram obtidos até agora, mas o serão no futuro", afirmou o ministro. Segundo ele, o assunto não chegou a ser debatido na reunião com FHC, que apenas teria sido informado do teor de boletins da Petrobras sobre o vazamento de óleo em Campos, no Rio de Janeiro. "Pelo que ouvi da Petrobras, houve um vazamento de óleo que já está sob controle", disse.Hoje, o ministro do Meio Ambiente, José Sarney Filho, determinou a ida de técnicos do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) à Bacia de Campos, para avaliar a extensão dos danos ambientais causados pelo óleo que vazou da Plataforma P-7, a 120 quilômetros da costa. Os técnicos deverão preparar laudo sobre o vazamento.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.