AO VIVO

Eleições: 2020: notícias, resultados e apuração do 2° turno

Petrobrás criou empresa de fachada para construir gasoduto bilionário, diz jornal

Reportagem informa que o TCU apontou superfaturamento de 1.800% em obra de trecho entre Cacimbas (ES) e Catu (BA)

O Estado de S.Paulo

04 de janeiro de 2015 | 11h13

A Petrobrás criou "empresas de papel" para construir e operar a rede de gasodutos Gasene, informa a edição deste domingo, 4, do jornal O Globo, com base em constatação da Agência Nacional de Petróleo (ANP) reproduzida numa auditoria sigilosa do Tribunal de Contas da União (TCU). Só no trecho entre Cacimbas (ES) e Catu (BA), o custo teria sido de R$ 3,78 bilhões, de acordo com o jornal.

O trecho foi inaugurado em 2010 pelo então presidente Luiz Inácio Lula da Silva e por Dilma Rousseff, que era ministra-chefe da Casa Civil e deixou o cargo dias depois para concorrer à Presidência. A reportagem informa que o TCU apontou superfaturamento de 1.800% na obra. 

Procurada por O Globo, a Petrobrás disse que "já apresentou esclarecimentos detalhados nos processos de auditoria do TCU no Gasene e aguarda sua manifestação". Já a ANP informou que "só vai se pronunciar depois da publicação do acórdão do TCU".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.