Petistas trabalham por absolvição de Renan, dizem dois senadores

Senadores petistas estão chamando oscorreligionários e colegas da base aliada para que votem pelaabsolvição de Renan Calheiros (PMDB-AL), afirmou à Reuters, portelefone, um senador do DEM. A informação foi confirmada, também por telefone, por umsenador da base aliada do governo. Segundo o democrata, a senadora Ideli Salvatti (PT-SC) eoutros petistas estão dizendo aos aliados que, depois de Renan,o alvo seria o presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Se a bancada petista, liberada para votar de acordo com suaconsciência, apoiar Renan, aumentam as chances de absolvição dopresidente do Senado, também aliado do governo. A sessão secreta no Senado começa a ficar tensa, e odeputado Raul Jungmann (PPS) contou que Renan Calheiros chegoua interpelar o senador Demóstenes Torres (DEM-GO), queclassificou de "burra" a sua defesa. Segundo Jungmann, Renan exigiu respeito e Demóstenesdesculpou-se, dizendo que a defesa não foi "muito inteligente".Demóstenes teria dito que não havia convicção da cassação deRenan pela acusação de ter despesas pagas por um lobista, masque ele se incriminou quando apresentou documentos com furoscontábeis.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.