Petista ?exclui? candidato tucano do segundo turno

O candidato do PT à Prefeitura de São Paulo, Fernando Haddad, afirmou nesta quarta-feira (5) que o segundo turno das eleições será travado entre duas candidaturas com viés de mudança. A previsão "exclui" da etapa final do pleito seu adversário tucano, José Serra, apoiado pelo prefeito Gilberto Kassab (PSD).

BRUNO LUPION, Agência Estado

06 de setembro de 2012 | 09h17

"Hoje a população está entre mudar ou não mudar, mas no segundo turno estará entre para onde mudar", disse o petista, após encontro com empresários da região de Itaquera, zona leste. Haddad também afirmou que o debate no segundo turno será mais "qualificado", pois os candidatos, em vez de tecer críticas à atual administração, estarão livres para discutir seus planos de governo. O petista disputa a segunda posição nas pesquisas de intenção de voto com Serra, com quem está empatado tecnicamente. O candidato do PRB, Celso Russomanno, está isolado na primeira posição, com 35%.

A campanha petista adotou como estratégia poupar Russomanno de ataques e escolheu Serra como alvo. Pesa a favor do candidato do PRB o fato de seu partido integrar a base de apoio da presidente Dilma Rousseff. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo

Tudo o que sabemos sobre:
eleições 2012SPHaddad

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.