Petista é condenada a pagar multa de R$ 64,5 mil

A candidata a vereadorapelo PT de Sorocaba, Suely dos Santos Saul, foi condenada a pagar multa de R$ 64,5 mil por propaganda política feita antes doprazo legal. É a condenação de maior valor pecuniário já aplicada pela Justiça Eleitoral da cidade. A decisão saiu no inícioda semana pelo juiz Jayme Walmer de Freitas, da 356ª Zona Eleitoral, mas a candidata só foi notificada hoje. Ela e opartido vão entrar com recurso. Se a decisão for mantida, Suely terá de pagar a multa se quiser manter a candidatura. Acandidata foi acusada de ter mandato pintar seu nome em 26 muros dos bairros Aparecidinha e Jardim Josane, periferia dacidade, em dezembro do ano passado, bem antes da abertura do prazo legal para propaganda, ocorrida no último dia 6. Elaainda percorreu as ruas da região com carro de som anunciando a candidatura e fez corpo-a-corpo com moradores. A denúnciafoi encaminhada ao Ministério Público por outros candidatos.Fotografias dos muros pintados foram juntadas no processo. Do valor total da condenação, R$ 42,5 mil foram por causa dapichação dos muros e R$ 22 mil devido ao uso irregular de carro-de-som. A Justiça Eleitoral já aplicou mais deR$ 400 mil em multas a candidatos, partidos e coligações que concorrem às eleições municipais de outubro. A maior parte serefere à utilização de propaganda de forma irregular.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.