Petista critica Barbosa por afirmações sobre Legislativo

O vice-presidente da Câmara, André Vargas (PT-PR), afirmou que o ministro Joaquim Barbosa não está a altura do cargo de presidente do Supremo Tribunal Federal (STF). O ataque foi uma resposta a afirmações de Barbosa durante uma palestra de que o Brasil tem "partidos de mentirinha" e um Legislativo "ineficiente" e "dominado pelo executivo".

EDUARDO BRESCIANI, Agência Estado

20 de maio de 2013 | 19h37

"Considero essas declarações autoritárias, absurdas e reforçam que ele não está a altura de ser presidente do Supremo Tribunal Federal", disse Vargas.

O petista afirmou que Barbosa mostrou "não ter apreço pela democracia" e lembrou polêmica recente envolvendo o ministro por críticas feitas por ele a magistrados. "Não é a primeira vez que faz isso, já fez isso com o Judiciário recentemente", disse. "É um grande equívoco de quem não tem apreço pela democracia. Aqui (no Congresso) todos são eleitos pelo voto, se o Brasil vai bem é porque o Congresso vota bem", complementou.

André Vargas era secretário de comunicação do PT no ano passado durante o julgamento do mensalão e fez diversas críticas ao STF pela condução do processo que levou à condenação de 25 pessoas, entre elas o ex-ministro José Dirceu (PT) e os deputados José Genoino (PT) e João Paulo Cunha (PT).

O petista ocupa interinamente a presidência da Câmara durante viagem oficial de Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN) aos Estados Unidos e pretende debater com os líderes partidários as declarações do presidente do STF.

Tudo o que sabemos sobre:
BARBOSACÂMARAVICE-PRESIDENTE

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.