Petista convida direção da Geap para explicar contrato

O senador Tião Viana (PT-AC) anunciou - após discurso em defesa do decreto presidencial de 2003 que garante à Geap-Fundação de Seguridade Social o monopólio dos serviços de saúde dos servidores públicos federais no País - que encaminhou requerimento à Mesa do Senado convidando a presidente da fundação, Regina Parizi, e o presidente da Agência Nacional de Saúde Complementar, Fausto Pereira dos Santos, a comparecerem na próxima semana à Comissão de Assuntos Sociais (CAS) do Senado.No requerimento, Viana pede que os dois expliquem o funcionamento da Geap e a decisão de governo em relação aos planos de saúde dos servidores. Segundo o senador, ex-líder do PT na Casa, o governo agiu de maneira "absolutamente correta" ao tratar desse a ssunto. Em entrevista após o discurso, Tião Viana insinuou que a suspeita de irregularidades no decreto presidencial pode ter tido origem no mercado privado. Na avaliação do senador, esse mercado, "de olho nessa fatia (do mercado), que pode movimentar mais de R$ 2 bilhões, faz jogar seus interesses para que os contratos da Geap tenham a mesma modalidade da dos convênios de saúde.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.