Petista cassado no Amapá ganha tempo para se defender

Não houve quórum para a realização da sessão de hoje na Câmara dos Deputados. Às 14h30, havia apenas 36 parlamentares presentes na Casa, quando é necessário um mínimo de 51. A sessão não foi aberta porque o deputado Antonio Nogueira (PT-AP) pediu verificação de quórum. Com isso, o parlamentar ganhou mais um dia para apresentar sua defesa à Corregedoria da Câmara. Nogueira foi cassado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Amapá, acusado de distribuir carteiras de habilitação durante a campanha eleitoral. Esta é a segunda vez que o deputado consegue derrubar a sessão. Normalmente, quando não há matéria em votação, as sessões são abertas, mesmo sem o quórum necessário, para permitir aos deputados fazerem discursos. A Secretaria respeita, no entanto, pedidos de verificação de quórum de algum deputado que tenha interesse em que a sessão não se realize. Nogueira tem, agora, prazo até quarta-feira para apresentar sua defesa à Correegedoria da Câmara.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.