Petebista será relator do processo contra Bolsonaro

O presidente do Conselho de Ética da Câmara dos Deputados, Ricardo Izar (PSD-SP), nomeou nesta quinta-feira, 26, o petebista Sérgio Moraes (RS) relator do processo disciplinar contra Jair Bolsonaro (PP-RJ). Moraes ficou conhecido por declarar em 2009 que se "lixa" para a opinião pública.

DAIENE CARDOSO, Agência Estado

26 de setembro de 2013 | 19h23

Izar disse que Moraes foi escolhido em sorteio juntamente com outros dois parlamentares, Izalci (PSDB-DF) e Zequinha Marinho (PSC-PA), que declinaram da função. "O único que topou foi o Sérgio Moraes. Não foi escolha, foi sobra. É o regimento", declarou Izar. O prazo para apreciação da representação é de 90 dias.

Bolsonaro é acusado de quebrar o decoro parlamentar ao ter supostamente agredido o senador Randolfe Rodrigues (PSOL-AP) durante visita de parlamentares na última segunda-feira, 23, à antiga sede do DOI-Codi, no Rio de Janeiro. A representação do PSOL pede a repreensão ou suspensão de Bolsonaro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.