Pesquisas apontam embate entre petista e tucano na capital do Acre

Empate técnico despertou a militância e a formalização de apoios aos candidatos do PT e PSDB

Itaan Arruda, especial para o Estado,

27 de outubro de 2012 | 23h02

RIO BRANCO - O equilíbrio na disputa entre os candidatos Marcus Alexandre, do PT e Tião Bocalom, do PSDB, pela prefeitura de Rio Branco despertou a militância. A coligação Frente Popular de Rio Branco, liderada pelo PT, conseguiu adesões importantes na reta final da campanha para o 2.º turno.

Na quinta-feira, Marina Silva, que foi ministra do Meio Ambiente durante o governo de Luiz Inácio Lula da Silva, visitou o Acre para declarar seu apoio ao candidato do PT. A deputada federal Perpétua Almeida (PC do B) também formalizou adesão à campanha de Alexandre. O cenário é de indefinição, pois as últimas pesquisas indicaram empate técnico entre os dois.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.