Pesquisador pede investimento em nanotecnologia

A palestra sobre nanociência enanotecnologia foi concorrida. Mais de 200 pessoas lotaram oauditório, na 54ª reunião anual da Sociedade Brasileira para oProgresso da Ciência (SBPC). Sentadas no chão e na escadaria,ouviram o professor José Roberto Leite, seguido por NeiFernandes de Oliveira Júnior, ambos da Universidade de São Paulo(USP), discorrer sobre as aplicações de estruturas e sistemassubmicroscópicos.Nanotecnologia e nanociência lidam com medidas de bilionésimode metro. São a conseqüência natural da microtecnologia, masunem física, química, biologia molecular e ciência dosmateriais."Trata-se de uma iniciativa internacional tão importante quepermeia todos os países com alguma aspiração em ciência etecnologia", afirma Leite. Só nos Estado Unidos, o investimentona área chega a US$ 500 milhões.No Brasil, há quatro redes de nanociências, com investimentosmenores, mas a cultura está bem estabelecida no País, diz Leite.Mesmo assim, avalia, é preciso avançar.Um DVD tem capacidade de gravação de duas horas de filme. Umdisco feito pela nanotecnologia pode chegar a 13 horas deprojeção de um filme no sistema DVD.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.