Pesquisa revela que crise aérea não afetou governo Lula

Pesquisa CNT/Sensus divulgada na última terça-feira, 11, aponta que grande parte dos brasileiros atribui ao governo a culpa pela crise aérea, que se estende desde a queda do avião da Gol e na semana retrasada parou os aeroportos do País. No entanto, o mesmo levantamento aponta o crescimento da aprovação ao governo de Luiz Inácio Lula da Silva (49,58%) e à figura do presidente (63,7%).Segundo a cientista política e especialista em análise de pesquisa, Fátima Pacheco Jordão, uma das explicações para o a avaliação positiva do presidente é o fato de que apenas uma minoria voa. "A classe média, que é capaz de voar, certamente deve ter uma pior avaliação de Lula", afirmou. A pesquisa não apresenta a divisão por segmentos da população.Sobre o descolamento do presidente da crise aérea, Fátima acredita que a atitude de Lula de personalizar os atores do ocorrido com o argumento de que foi traído por um grupo ajudou o presidente a se distanciar simbolicamente do que aconteceu. "Ele foi um ator que quando interveio nessa crise, a crise amenizou", disse. Por que você acha que a crise aérea não abalou o governo? Comente esta notícia, participe do fórum

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.